NaNoWriMo — Você topa escrever um livro em Novembro?

Publicado por Vilto Reis em

Foto de um computador, uma xícara e um livro com um lápis, como deve ser no NaNoWriMo - Photo by Nick Morrison

NaNoWriMo, ou National Novel Writing Month (mês nacional da escrita de romances) é um desafio para escritores que você precisa conhecer.

Talvez você tenha pensando: mas isso é possível?

Escrever um livro em um mês não é tarefa fácil. Mas sim, é possível.

Não um livro em sua versão final, pronto para enviar para a impressão, porém sim a primeira versão de um livro. Que depois passará por revisão, leitura-beta, leitura crítica etc. Ou seja, todo passo a passo que você conhece. E, se não conhece, veja aqui!

Continue lendo este artigo para conhecer:

  • O que é o NaNoWriMo?
  • Por que o NaNoWriMo pode alavancar você como escritor? 
  • E como fica a qualidade do texto escrevendo tanto em tão pouco tempo?
  • 7 Dicas para se dar bem no NaNoWriMo ou como escrever um livro de 50 mil palavras em 30 dias

O que é o NaNoWriMo?

Este desafio mundial, popularizado na internet, começou em 1999.

Ele é muito simples (e, por que não, assustador): escrever um romance de 50 mil palavras durante os 30 dias do mês de novembro.

Por mais ameaçadora que a meta possa parecer, todos os anos milhares de pessoas no mundo inteiro topam o desafio.

Criado pela ONG Office of Letters and Light, que foi renomeada em 2013 para NaNoWriMo, o projeto é muito mais que um estímulo de escrita.

Além de possuir uma rede social própria, é um evento do mundo real. No qual mais de 900 voluntários em lugares como Cidade do México, Seul e Milwaukee coordenam sessões de redação comunal em bibliotecas parceiras, cafeterias e centros comunitários.

Não é genial?

Para você ter uma ideia do efeito deste projeto, temos livros publicados escritos durante o evento com sucesso mundial. 

Alguns deles são:

Por que o NaNoWriMo pode alavancar você como escritor? E como fica a qualidade?

Outra pergunta que pode estar no ar é: eu posso participar?

Bom, aceitam-se textos de qualquer idioma. 

E se ainda não ficou evidente, sim, você pode cadastrar seu projeto no site. Lá você terá os desafios diários e um perfil próprio.

Importante: você não irá escrever o texto por lá e ninguém lerá o que se escreveu. 

O ponto é: você escrever. Não importa onde. E você pode registrar lá seus avanços diários ou não.

E como fica a qualidade do texto escrevendo tanto em tão pouco tempo?

É fundamental ter em mente que o desafio é muito fiel a um princípio de quem pretende escrever um livro: a primeira versão de um texto não deve ser julgada. Simplesmente, escrita.

Até por este motivo, os meses após o desafio são chamados de “What now?” (algo como: “e agora?”).

O objetivo é que, com a primeira versão do livro escrito, você passe os meses seguintes corrigindo, trabalhando e produzindo a versão final para publicação.

Tudo bem, mas e agora? Por onde começar?

7 Dicas para se dar bem no NaNoWriMo ou como escrever um livro de 50 mil palavras em 30 dias

Vou separar as dicas em três categorias: antes, durante e depois.

ANTES DE NOVEMBRO:

1) Crie uma Storyline da história

Basicamente, é sua história em uma frase. Você deve definir protagonista, objetivo e obstáculo. Assim, terá o que contar, pois estará claro em sua mente.

Exemplo:

João (protagonista) precisa comprar pão para os irmãos mais novos (objetivo), mas não pode porque o padeiro disse que o mataria se o visse de novo, após ele ter tido um caso com a filha dele (obstáculo).

2) Planeje o livro na estrutura

Recomendo que você siga uma estrutura para contar sua história. Vai te ajudar a não ter nenhum bloqueio criativo.

Para cada etapa da estrutura, escreva pelo menos uma linha que resuma uma cena relativa àquela etapa (até mais de uma cena).

Pode ser a Jornada do Herói, a Estrutura de 3 Atos, a Floco de Neve, ou qualquer outra.

Minha preferida é a de 3 Atos. 

Você pode ver um artigo completo sobre ela aqui, ou até mesmo fazer o curso CAMINHO DO ESCRITOR, em que dedico algumas aulas a aprofundá-la.

3) Faça um resumo de cada cena

Feita a estrutura, copie a sequência de cenas para outro arquivo, onde irá produzir a escaleta.

Ou seja, desenvolver um pouco mais cada cena, detalhando as ações, ambientes etc.

Feito isso, estará pronto(a) para escrever o livro.

DURANTE:

4) Comece

Parece bobo dizer isso, mas você precisa começar. Não pense muito na frase perfeita. Simplesmente, comece a contar a história da forma mais direta e simples possível.

Não precisa ficar perfeito. Depois você arruma, ok?

No começo, até você pegar o ritmo, talvez será difícil bater a meta diária, mas não desanime.

Chega uma hora que você nem pensa mais. Só senta e escreve.

5) Cuide da autoestima

Há quem vá torcer o nariz para esta dica, mas é difícil escrever um livro. Mexe com um caminhão de emoções.

Para você entender melhor, vou deixar este vídeo aqui, no qual tratei melhor do assunto:

6) Finalize

Seu desafio será escrever 1.666 palavras por dia. (Não, o “666” no desafio não é nenhuma alusão infernal, é só 50 mil palavras divididas por 30 dias).

Portanto, honre sua meta. Faça o possível e o impossível para escrever todos os dias.

DEPOIS:

7) Revise, revise, revise

Meio óbvio, mas necessário.

O que vai transformar o que você escreveu em um livro é a reescrita e a revisão.

Se não souber por onde começar, recomendo este artigo!

***

Se você quiser dicas mais apuradas, de quem é acostumado a fazer e manja muito do desafio, dê uma olhada no Twitter NaNoBrazil. 

É ótimo. Recomendo!

Conheça este curso:

   
Categorias: Artigos

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.